May 28, 2020 / 11:58 AM / 2 months ago

Economia alemã deve recuar 6,6% este ano, diz Ifo

Bandeira da Alemanha em Berlim REUTERS/Hannibal Hanschke

BERLIM (Reuters) - A economia alemã deve recuar 6,6% este ano como consequência da pandemia de coronavírus, antes de crescer 10,2% em 2021, disse o instituto Ifo nesta quinta-feira em sua última atualização das previsões para o país.

Em média, as empresas esperam que as operações voltem ao normal em nove meses após os lockdowns do segundo trimestre, disse o Ifo. Nesse caso, a economia encolheria 12,4% no segundo trimestre deste ano.

No pior cenário do Ifo, em que um retorno ao normal demoraria 16 meses, a economia recuaria 9,3% este ano e cresceria 9,5% em 2021. Na melhor das hipóteses, as empresas se recuperariam em cinco meses, a economia encolheria apenas 3,9% e teria alta de 7,4% no próximo ano.

Todos os três cenários, baseados no sentimento empresarial e nos dados de produção, rotatividade e comércio exterior, assumem um relaxamento gradual das restrições a partir do final de abril.

No entanto, algumas empresas estão preparadas para uma recuperação mais longa e dolorosa: o setor de aviação espera que a normalização leve 16 meses. Os setores de viagens, hotelaria e produção de carros também esperavam recuperações mais longas.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below