May 28, 2020 / 10:26 PM / in a month

Fluxos se equilibraram e é possível ver dados melhores das contas externas, diz Campos Neto

O presidente do Banco Central do Brasil, Roberto Campos Neto, sorri antes da cerimônia de posse do ministro da Saúde do Brasil, Nelson Teich, no Palácio do Planalto, em Brasília, em meio ao surto de doença por coronavírus (Covid-19), em Brasília. 17/04/2020. REUTERS/Ueslei Marcelino

BRASÍLIA (Reuters) - O presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, admitiu nesta quinta-feira que estava preocupado com os números das contas externas, mas que agora é possível ver dados melhores e que o BC entende que o mercado também os enxergaria.

Campos Neto afirmou ainda que o equilíbrio dos fluxos veio como a instituição entendia que iria acontecer.

Ele acrescentou que a autarquia sabia que em alguns momentos teria de fazer intervenções cambiais conforme o real se descolava de pares e que, atualmente, o prêmio de risco está muito ligado à questão fiscal.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below