June 1, 2020 / 10:41 AM / in a month

Pior pode ter acabado para indústrias da zona do euro, mostra PMI

Funcionário de fábrica de aço em Duisburg, na Alemanha 06/12/2012 REUTERS/Ina Fassbender

LONDRES (Reuters) - As indústrias da zona do euro aparentemente passaram pelo seu pior, mostrou a pesquisa Índice de Gerentes de Compras (PMI, na sigla em inglês) nesta segunda-feira, mas a atividade ainda está contraindo com força diante das medidas de restrições ao coronavírus.

Depois de cair para a leitura mais baixa já registrada nos quase 22 anos de história da pesquisa em abril, o PMI de indústria se recuperou um pouco no mês passado.

O índice subiu a 39,4 em maio de 33,4 em abril, mas ainda longe da marca de 50 que separa crescimento de contração e pouco abaixo da preliminar de 39,5.

O subíndice de produção permaneceu fraco mas quase que dobrou a 35,6, de 18,1 em abril.

“A contração da indústria parece ter saído do fundo do poço em abril, com a produção caindo a uma taxa bem mais lenta em maio”, disse Chris Williamson, economista chefe do IHS Markit.

“A melhora reflete em parte apenas a comparação contra uma queda acentuada em abril, mas de forma mais encorajadora está também ligada à retomada pelas empresas do trabalho uma vez que as medidas de restrição pelo vírus são aliviadas.”

Reportagem de Jonathan Cable

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below