June 1, 2020 / 11:26 AM / 2 months ago

FMI aprova linha de crédito flexível de US$24 bi para o Chile

Logo do FMI na sede da instituição, em Washington (EUA) 04/09/2018 REUTERS/Yuri Gripas

WASHINGTON (Reuters) - O Fundo Monetário Internacional (FMI) disse na sexta-feira que seu conselho executivo aprovou uma linha de crédito flexível de 23,9 bilhões de dólares para reforçar as finanças do Chile à medida que o país luta contra a pandemia de coronavírus e lida com uma forte queda na demanda.

A aprovação era esperada desde que a diretora-gerente do FMI, Kristalina Georgieva, apoiou o plano no início deste mês devido aos “fundamentos muito fortes” do Chile e seu histórico positivo.

Em comunicado, Georgieva disse que as autoridades chilenas pretendem usar a linha de crédito como financiamento preventivo e temporário, com planos de sair do acordo em dois anos.

“Apesar de seus fundamentos e configurações políticas muito fortes, a economia aberta do Chile está exposta a riscos externos substanciais como resultado do atual surto de Covid-19, incluindo uma deterioração significativa na demanda global por exportações chilenas, um acentuado declínio ou reversão dos fluxos de capital para mercados emergentes e um aperto abrupto das condições financeiras globais”, disse Georgieva.

O Chile poderá recorrer à linha de crédito, projetada para a prevenção de crises, a qualquer momento durante os próximos dois anos, sem ter que cumprir as metas de política econômica exigidas nos programas tradicionais apoiados pelo FMI, informou o Fundo.

Por David Lawder

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below