June 2, 2020 / 1:02 PM / in a month

Vice-presidente do BC chinês diz que mais apoio de política monetária é necessário por pandemia

PEQUIM (Reuters) - O vice-presidente do banco central da China afirmou nesta terça-feira que o impacto econômico pelo novo coronavírus foi maior do que o esperado, e que mais suporte de políticas monetária e de crédito é necessário.

Pan Gongsheng, vice-presidente do banco central chinês 10/03/2019 REUTERS/Jason Lee

A China ainda tem espaço para que a política monetária usual apoie a economia, disse Pan Gongsheng em entrevista coletiva em Pequim, acrescentando que as novas ferramentas para aumentar os empréstimos bancários a pequenas empresas são um arranjo de política monetária de curto prazo e não uma forma de afrouxamento quantitativo.

“O impacto da epidemia na economia e na sociedade é maior do que o esperado”, afirmou Pan. “É necessário fortalecer a política monetária e de crédito.”

O banco central da China disse na segunda-feira que começará a comprar 400 bilhões de iuanes empréstimos bancários feitos por credores locais para pequenas empresas esta semana, a fim de tentar estimular os bancos a emprestar até 1 trilhão de iuanes (140,44 bilhões de dólares).

Pan disse que a medida implicaria em empréstimos sem juros a pequenos bancos com base em 40% de seus empréstimos a pequenas empresas. Os novos empréstimos não exigirão garantias, removendo um obstáculo importante para os mutuários, disseram funcionários do banco central.

O banco central também fornecerá 40 bilhões de iuanes em repasse de recursos para realizar swaps de taxa de juros com bancos locais por meio de um veículo para fins especiais, que, segundo ele, ajudaria os bancos a conceder empréstimos com um valor principal de cerca de 3,7 trilhões de iuanes.

Um total de 7 trilhões de iuanes em empréstimos a pequenas empresas são elegíveis para essa ferramenta de apoio de extensão dos empréstimos, disseram funcionários do banco central.

Os bancos grandes também devem intensificar o apoio a pequenas empresas, embora não estejam incluídos no esquema, afirmou Pan.

O apoio direcionado sem precedentes para pequenas empresas ajudará a estabilizar o crescimento e o emprego, disse Pan.

A economia da China encolheu 6,8% no primeiro trimestre em relação ao ano anterior, a primeira contração desde o início dos registros trimestrais. Analistas acreditam que levará meses para que a atividade retorne aos níveis pré-crise, mesmo se uma nova onda de infecções for evitada.

Pan disse que a qualidade dos ativos dos bancos chineses pode ser afetada à medida que a economia enfrenta pressão negativa.

Reportagem de Kevin Yao

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below