June 22, 2020 / 11:30 AM / 21 days ago

Hydro reduz produção de alumina no Brasil após queda de torres de energia

Construção de linha de produção em fábrica de alumínio da Norsk Hydro em Karmoey, na Noruega 26/04/2019 REUTERS/Gwladys Fouche

OSLO (Reuters) - A norueguesa Norsk Hydro vai reduzir a produção de alumina em sua fábrica Alunorte, no Brasil, após uma paralisação do fornecimento de energia causada pela queda de três torres de transmissão em sua mina de bauxita de Parangominas, disse a companhia nesta segunda-feira.

Investigações iniciais da polícia concluíram que alguns componentes foram retirados no sábado das torres que caíram, mas ainda é cedo para dizer se as estruturas foram alvo de algum tipo de sabotagem, segundo um porta-voz da Hydro.

A alumina, que é destilada a partir da bauxita, é utilizada para produção de alumínio.

Reparos nas instalações de energia levarão de duas a três semanas, durante as quais a planta da Alunorte operará com entre 50% e 70% da capacidade total, disse a Hydro.

A empresa não espera um impacto significativo sobre seus clientes devido ao problema com fornecimento de energia, acrescentou.

A mina de Paragominas, localizada no Pará, entrega bauxita à refinaria de alumina Alunorte em Barcarena através de um mineroduto de 244 quilômetros.

A Alunorte, por sua vez, fornece alumina para a fábrica de alumínio Albras, nas proximidades, bem como para outras plantas de metais em todo o mundo.

Por Terje Solsvik

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below