July 2, 2020 / 3:11 PM / a month ago

Kudlow diz que momento para "generosos" benefícios a desempregados passou

O diretor do Conselho Econômico Nacional da Casa Branca, Larry Kudlow, fala na sala Roosevelt na Casa Branca em Washington, EUA, em 7 de abril de 2020. REUTERS/Kevin Lamarque

WASHINGTON (Reuters) - O assessor econômico da Casa Branca Larry Kudlow, anunciando a geração de milhões de empregos em junho nos Estados Unidos, disse nesta quinta-feira que os norte-americanos não precisam mais do dinheiro extra que suplementa benefícios e que foram criados para ajudar os demitidos durante a pandemia de coronavírus.

“O formato de qualquer tipo de pacote ainda está sendo discutido”, disse Kudlow em entrevista à Bloomberg TV sobre a prometida “Fase 4” do pacote de alívio contra o coronavírus, ponderando, contudo, que o texto provavelmente não incluirá cláusula que acrescentaria 600 dólares por semana aos benefícios pagos semanalmente —e presente no pacote anterior—, porque “esse momento já passou”.

“Os benefícios ao reemprego provavelmente vão ajudar mais”, disse ele.

Reportagem de Lisa Lambert, Doina Chiacu e Tim Ahmann

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below