July 8, 2020 / 2:01 PM / a month ago

Ibovespa retoma viés positivo e volta a se aproximar de 100 mil pontos

SÃO PAULO (Reuters) - A bolsa paulista retomava o viés positivo nesta quarta-feira, voltando a se aproximar dos 100 mil pontos, com MRV liderando as altas após prévia operacional, enquanto dados mostraram forte crescimento nas vendas do comércio no país em maio ante abril.

REUTERS/Rahel Patrasso

Às 10:48, o Ibovespa subia 1,82%, a 99.539,68 pontos. Na máxima até o momento, chegou a 99.601,59 pontos. A última vez que o Ibovespa superou 100 mil pontos foi em 6 de março. O volume financeiro no pregão somava 4,82 bilhões de reais.

As vendas no varejo brasileiro avançaram 13,9% em maio na comparação com o mês anterior, alta recorde e melhor do que as expectativas, embora ainda insuficiente para zerar perdas dos dois meses anteriores por causa da pandemia.

“O dado reforça a perspectiva de que o mês de abril foi de fato o pior momento em termos de atividade para a economia brasileira”, comentou Felipe Sichel, estrategista-chefe do banco digital modalmais.

“Para a frente, esperamos manutenção da expansão da atividade em junho em linha com o relaxamento das medidas de isolamento social”, acrescentou.

No exterior, Wall Street abriu no azul, com investidores voltando as atenções aos sinais da recuperação econômica, enquanto permanecem receios de novo confinamento diante do aumento de casos de coronavírus naquele país.

DESTAQUES

- MRV ON avançava 3,7%, após bater recorde de vendas no segundo trimestre, apoiada por uma estratégia comercial agressiva, e se beneficiou da regularização de repasses para o programa Minha Casa Minha Vida (MCMV).

- VIA VAREJO ON subia 3,7%, tendo de pano de fundo dados do comércio no país em maio, em um ambiente também de forte desempenho das vendas online em razão da pandemia. No setor, B2W subia 1,3% e MAGAZINE LUIZA ON ganhava 1,5%.

- CYRELA ON valorizava-se 5,2%, após comunicar que a Lavvi Empreendimentos Imobiliários, na qual é acionista, pediu registro para oferta pública inicial de ações (IPO, na sigla em inglês) a ser realizada no Brasil.

- CVC BRASIL ON perdia 2,8%, entre as poucas quedas do Ibovespa na sessão, em nova sessão de ajuste, após forte valorização na abertura da semana.

- MARFRIG ON caía 1,6%, com o setor de proteínas como um todo mostrando fraqueza na sessão, após ganhos na véspera. MINERVA ON e JBS ON perdiam 0,2% cada.

- BRADESCO PN subia 2,4% e ITAÚ UNIBANCO PN avançava 2,1%, após fortes perdas na terça-feira, endossando a alta do Ibovespa.

- PETROBRAS PN tinha alta de 1,9%, em meio ao andamento de seu plano de desinvestimento, em sessão de pequenas variações nos preços do petróleo no mercado externo. PETROBRAS ON subia 2,3%. A companhia prepara a contratação do que deve ser a maior plataforma de petróleo do Brasil, para o campo gigante de Búzios, no pré-sal da Bacia de Santos, segundo duas pessoas com conhecimento do assunto.

- VALE ON avançava 1,2%, com o setor de mineração e siderurgia como um todo em alta no Ibovespa, em meio ao avanço dos preços do minério de ferro e do aço na China, com destaque para CSN ON, com elevação de 3,75%. No radar, a ArcelorMittal anunciou que vai religar alto-forno no Espírito Santo no fim do mês de olho em mercado externo.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below