for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up

Vendas de novas moradias nos EUA superam expectativas em julho

Placas imobiliárias anunciam novas casas à venda em vários novos empreendimentos no Condado de York, Carolina do Sul, EUA, 29 de fevereiro de 2020. REUTERS/Lucas Jackson

WASHINGTON (Reuters) - As vendas de novas residências unifamiliares nos Estados Unidos saltaram em julho para seu nível mais alto em mais de 13 anos e meio, à medida que o mercado imobiliário continua a mostrar forte imunidade à pandemia de Covid-19, que mergulhou a economia em recessão e deixou dezenas de milhões de norte-americanos sem trabalho.

O Departamento de Comércio dos EUA disse nesta terça-feira que as vendas de novas moradias aumentaram 13,9%, a uma taxa anual ajustada sazonalmente de 901 mil unidades no mês passado, seu maior nível desde dezembro de 2006.

As vendas de casas novas passam a valer na assinatura do contrato, o que as torna um indicador antecedente do mercado imobiliário.

O ritmo de vendas de junho foi revisado para cima, para 791 mil unidades, ante 776 mil relatadas anteriormente.

Economistas consultados pela Reuters previam que as vendas de novas moradias, que representam cerca de 14% das vendas do mercado imobiliário, subiriam 1,3%, a uma taxa de 785 mil unidades.

Por Lucia Mutikani

for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up