for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up

Estoque de suco de laranja soma 471,1 mil t, diz CitrusBR; deve recuar até 49% em 2021

SÃO PAULO (Reuters) - Os estoques de suco de laranja em poder das empresas vinculadas à Associação Nacional dos Exportadores de Sucos Cítricos (CitrusBR) fecharam a safra 2019/20, encerrada em 30 de junho, em 471.138 toneladas, salto de 86% no comparativo anual, mas devem cair até 49% ao final desta temporada pressionados por um recuo na oferta da fruta.

Máquina de seleção de laranjas em Limeira (SP) 13/01/2012 REUTERS/Paulo Whitaker

“Confirmamos o aumento do estoque que vinha sendo previsto nos relatórios anteriores e agora, devido à bienualidade da safra, que será 25,6% menor, voltamos com a tendência de redução para junho do ano que vem”, disse em nota o diretor-executivo da CitrusBR, Ibiapaba Netto.

Para o final do atual ciclo, em 30 de junho de 2021, a associação estima que os estoques “de passagem” de suco devem ficar entre 240 mil e 280 mil toneladas equivalente a 66°Brix (FCOJ equivalente).

Com base em dados do Fundo de Defesa da Citricultura (Fundecitrus), a CitrusBR ressalta que a safra atual está estimada em 287,76 milhões de caixas de 40,8 quilos, ante 386,79 milhões produzidas na safra 2019/20.

Quanto à produtividade para esta temporada, estima-se que sejam necessárias cerca de 268 caixas para a produção de uma tonelada de suco FCOJ equivalente.

“Com isso, é possível estimar uma produção de cerca de 887.164 toneladas na safra 2020/21”, disse o levantamento.

“Se confirmado, o volume representará uma queda de 26,2% em relação às 1.202.792 toneladas produzidas na safra 2019/20. A próxima revisão deve acontecer em fevereiro de 2021”, acrescentou.

Quanto à demanda externa, Netto afirmou que a projeção para 2020/21 é de estabilidade.

“Seremos conservadores, mesmo que tenhamos tido aumento de exportações no último ano safra e que o varejo americano esteja ainda 21% acima do mesmo período do ano passado”, disse.

As exportações totais de suco de laranja brasileiro avançaram 17% na safra 2019/20, para 1,07 milhão de toneladas, puxadas pela ampla disponibilidade de oferta e preços mais competitivos.

Em entrevista à Reuters em julho, o diretor da associação disse que foi possível perceber que a pandemia do novo coronavírus favoreceu as vendas da bebida no varejo, assim como o trabalho em home office, mas evitou fazer estimativas mais detalhadas sobre o assunto.

Além das exportações, a estimativa para o consumo de suco de laranja no mercado interno é de 80 mil toneladas de FCOJ equivalente, totalizando, portanto, uma demanda ao redor de 1,15 milhão de toneladas para o setor.

“Com essas variáveis podemos estimar que ao final deste ciclo, caso as estimativas se mantenham até lá, chegaríamos a esse estoque final entre 240 mil e 280 mil toneladas”, explicou Netto.

for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up