for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up

Plantio de milho 1ª safra 2020/21 do Paraná começa; deve ganhar força em setembro

SÃO PAULO (Reuters) - O Paraná deu início ao plantio da primeira safra de milho 2020/21, atingindo até segunda-feira a marca de 1% da área projetada, informou o Departamento de Economia Rural do Estado (Deral) nesta terça-feira.

21/02/2018. REUTERS/Henry Romero

Segundo o órgão do governo paranaense, até o momento a semeadura é incipiente e está concentrada na região de Ponta Grossa, mas deve ganhar força a partir da semana que vem, dependendo das condições climáticas.

“A gente teve bastante chuva no Estado nos últimos dias, e deu uma segurada no plantio. Mas eu acredito que na primeira quinzena de setembro a gente tenha uma evolução mais significativa em termos de plantio”, disse à Reuters o analista Edmar Gervásio, do Deral.

“Mas neste momento, as condições --de certa forma-- são ótimas. Apesar do frio intenso, a umidade no solo está muito boa”, acrescentou Gervásio.

Em igual período de 2019, o plantio de milho da primeira safra do Paraná também atingia 1% da área projetada.

O Deral, que indicou que 100% das lavouras iniciais possuem condições boas, divulgará na quinta-feira sua primeira estimativa para a safra de verão 2020/21 de milho.

TRIGO

Em relação ao trigo 2019/20, o informativo do Deral indicou um novo rebaixamento nas condições das lavouras paranaenses --agora, 73% delas figuram em nível bom, ante 83% na semana anterior. A condição média passou de 15% para 20%, enquanto a ruim saiu de 2% para 7%.

No final de semana, geadas atingiram áreas de trigo do Paraná em floração ou enchendo grãos, fases em que a cultura é suscetível a perdas.

De acordo com o Deral, 21% da safra está em maturação, 41% em frutificação, 18% em floração e 20% em desenvolvimento vegetativo.

Por Gabriel Araujo

for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up