for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up

Contração econômica da França pode ser menor do que a previsão de 11%, diz ministro

Ministro das Finanças da França, Bruno Le Maire. REUTERS/Gonzalo Fuentes

PARIS (Reuters) - A contração econômica da França em 2020 pode acabar sendo inferior à perda de 11% prevista atualmente, graças a uma forte recuperação nos últimos meses, disse o ministro das Finanças do país, Bruno Le Maire, nesta quinta-feira.

Le Maire disse que as licenças aos trabalhadores subsidiadas pelo Estado ajudaram a impulsionar os gastos do consumidor depois que a França emergiu de uma quarentena de dois meses causada pelo coronavírus em maio, alimentando uma recuperação desde então.

“Acredito que essa melhora deve permitir que, até o final de 2020, tenhamos uma recessão de menos de 11%”, disse Le Maire a jornalistas.

Falando numa conferência anual da associação de empregadores Medef, ele acrescentou que atualizará a previsão para a economia nas próximas semanas, quando o governo publicar seu orçamento para 2021.

for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up