for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up

Preços do petróleo caem em meio à avaliação dos impactos do furacão Laura

06/05/2020. REUTERS/Todd Korol

NOVA YORK (Reuters) - Os preços do petróleo recuaram nesta quinta-feira, com o mercado projetando uma rápida retomada das plataformas de produção fechadas antes da passagem de um furacão que atingiu o Golfo do México e a Louisiana.

Os contratos futuros do petróleo Brent para outubro, que expiram na sexta-feira, terminaram o dia em queda de 0,55 dólar, ou 1,2%, a 45,09 dólares por barril. Já o petróleo dos Estados Unidos (WTI) recuou 0,35 dólar, ou 0,8%, para 43,04 dólares o barril.

Com ventos de 240 quilômetros por hora, o furacão atingiu a Louisiana nesta quinta, danificando edifícios, derrubando árvores e interrompendo o fornecimento de energia a centenas de milhares de pessoas no Estado e no Texas. Apesar disso, a tempestade ficou aquém do previsto, poupando áreas em terra das temidas inundações.

Produtores de petróleo haviam interrompido o bombeamento de 1,56 milhão de barris por dia (bdp), ou 84% da produção do Golfo do México, e evacuado 310 instalações “offshore”.

Ao mesmo tempo, refinarias que convertem quase 2,33 milhões de bpd de petróleo em combustível e representam cerca de 12% do processamento da commodity nos EUA também interromperam operações.

“Por um lado, os fechamentos das refinarias reduziram a demanda por petróleo, mas ao mesmo tempo a produção do Golfo do México também foi interrompida, então uma coisa praticamente compensou a outra”, disse Andrew Lipow, presidente da Lipow Oil Associates em Houston.

Reportagem adicional de Jessica Resnick-Ault, Ahmad Ghaddar, Sonali Paul e Koustav Samanta

for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up