for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up

Votorantim e CPPIB fecham compra de turbinas eólicas com Vestas para usinas no Piauí

Equipamento da Vestas é exposto em feira de Hannover REUTERS/Christian Charisius

SÃO PAULO (Reuters) - Uma joint venture entre o grupo Votorantim e a gestora canadense de fundos de pensão CPPIB fechou a compra de turbinas eólicas da fabricante dinamarquesa Vestas para um empreendimento de geração que será construído no Piauí.

O acordo envolve máquinas do modelo V150, com 4,2 megawatts cada, que somarão capacidade total de 409 megawatts, além de um acordo de 20 anos para prestação de serviços visando otimizar o desempenho e a vida útil das usinas, disse a Vestas em comunicado nesta sexta-feira.

As turbinas serão utilizadas nos parques Ventos do Piauí II e Ventos de Piauí III, em Serra do Inácio. A entrega dos equipamentos está prevista para iniciar no segundo semestre de 2021, enquanto o comissionamento dos empreendimentos deve ter início em 2022.

Com o negócio, a Vestas passa a contar com quase 3,5 gigawatts em vendas no Brasil do modelo V150-4,2 MW, seu mais recente lançamento no país destacou a companhia. A Vestas disse ainda que já ultrapassou 10 gigawatts em pedidos globais para o modelo.

Por Luciano Costa; edição de Roberto Samora

for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up