for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up

Buffett investe US$6 bi nas 5 maiores tradings do Japão

21/11/2011 REUTERS/Kim Kyung-Hoon

(Reuters) - A Berkshire Hathaway comprou uma participação de 5% em cada uma das cinco maiores tradings do Japão, que juntas valem mais de 6 bilhões de dólares, marcando um movimento do presidente Warren Buffett para diversificar seu conglomerado fora dos Estados Unidos.

O investimento de longo prazo na Itochu Corp, Marubeni Corp, Mitsubishi Corp, Mitsui & Co e Sumitomo Corp aumentou as participações da empresa para 9,9%, disse a Berkshire no domingo, aniversário de 90 anos de Buffett.

“As cinco principais companhias de trading têm muitas joint ventures em todo o mundo e provavelmente terão mais”, disse Buffett em comunicado. “Espero que no futuro haja oportunidades de benefício mútuo.”

O investimento ajudará a reduzir a dependência da Berkshire da economia dos EUA, que no último trimestre teve a maior contração em pelo menos 73 anos, com o início da pandemia de Covid-19. Muitos de seus negócios têm enfrentado dificuldades, incluindo a fabricante de peças de aeronaves Precision Castparts, da qual sofreu uma baixa contábil de 9,8 bilhões de dólares.

A escolha de Buffett pelo Japão, no entanto, surpreendeu agentes do mercado, uma vez que as tradings há muito estão longe das favoritas dos investidores. Além da exposição significativa ao setor de energia e à volatilidade, os modelos de negócios emaranhados que envolvem commodities tão variadas quanto macarrão e foguetes têm sido um obstáculo.

“O valuation barato delas pode ter sido uma atração”, disse Norihiro Fujito, estrategista-chefe de investimentos da Mitsubishi UFJ Morgan Stanley Securities, em Tóquio. “Mas não é típico de Buffett comprar todas as cinco empresas em vez de selecionar algumas.”

Por Jonathan Stempel em Nova York e Hideyuki Sano e Yuka Obayashi em Tóquio

for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up