for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up

Reforma tributária ainda não está madura, diz Guedes

O ministro da Economia, Paulo Guedes, em coletiva de imprensa. 16/03/2020. REUTERS/Adriano Machado.

BRASÍLIA (Reuters) - O ministro da Economia, Paulo Guedes, disse nesta terça-feira que a reforma tributária ainda não está madura e que o governo ainda precisa negociar com o Congresso os termos das propostas já em tramitação.

“A política vai dando o timing. Deu o timing perfeito agora da reforma administrativa, ela estava madura e entrou. A tributária ainda não está madura, está amadurecendo, está quase madura”, afirmou Guedes durante audiência virtual em comissão do Congresso.

Ele citou que a PEC 45, que está em discussão na Câmara e propõe a unificação de cinco tributos, incluindo de Estados e municípios, em um imposto sobre valor adicionado, ainda está sofrendo modificações e que o governo precisar conhecer os detalhes dos impactos.

Guedes ressaltou que as discussões demandam cuidado e criticou proposta de que um eventual IVA nacional seja gerido por uma comissão tripartite formada por representantes da União, Estados e municípios. Também ressaltou que o governo não pode garantir compensações por eventuais perdas dos entes.

Por Isabel Versiani

for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up