for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up

3R Petroleum pede registro para IPO e foca ativos da Petrobras

(Reuters) - A 3R Petroleum, companhia especializada na operação de campos maduros de petróleo, pediu nesta terça-feira autorização para realizar uma oferta inicial de ações (IPO, na sigla em inglês), com o objetivo de levantar recursos para adquirir campos que estão sendo vendidos pela Petrobras, entre outros.

Formada em fevereiro de 2014 pelos sócios Ricardo Savini e Daniel Soares, a 3R posteriormente agregou como acionistas um grupo de executivos brasileiros e noruegueses da indústria de petróleo por meio do veículo de investimentos DBO.

O fundo Starboard tem 52,3% do capital da 3R. O veículo da Starboard que tem participação no negócio tem entre os sócios o fundo de private equity Apollo.

Em maio sócios da empresa emitiram 708 milhões de reais em debêntures, compradas pelo BTG Pactual. Com os recursos, a companhia comprou da Petrobras campos de exploração no Rio Grande do Norte: Macau, Aratum, Serra, Salina Cristal, Porto Carão, Lagoa Aroeira.

A 3R contratou BTG Pactual, XP, Itaú BBA e Genial Investimentos para coordenar o IPO, que envolve apenas a venda de ações novas.

Com os recursos, a empresa pretende comprar mais campos de petróleo da Petrobras, pagar por aquisições já feitas e ampliar a posição de caixa no polo de Macau.

Reportagem de Aluísio Alves

for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up