for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up

Reino Unido vê apenas 30% a 40% de chance de acordo comercial no Brexit, segundo The Times

LONDRES (Reuters) - Autoridades sêniores do gabinete do primeiro-ministro Boris Johnson veem apenas 30% a 40% de chance de um acordo comercial pós-Brexit com a União Europeia devido a um impasse sobre regras de auxílio estatal, noticiou o The Times.

O Reino Unido deixou a UE em 31 de janeiro, após 47 anos sendo parte do projeto que buscou transformar as nações arruinadas devido à Segunda Guerra Mundial em uma potência global.

A saída britânica ocorreu após mais de três anos de disputa em torno de um acordo de saída desde o referendo de 2016 que impactou os mercados financeiros globalmente. Desde o Brexit, as negociações de um acordo comercial tiveram pouco progresso.

O desejo do Reino Unido de usar auxílio estatal para fortalecer seu setor tecnológico significa que os principais ministros do gabinete de Johnson não estão inclinados a negociar o auxílio estatal, disse o The Times.

“..., eles agora acham que há somente 30% a 40% de chance de um acordo”, escreveu James Forsyth, editor de política do The Spectator, em uma coluna. “O problema não é a pesca — soube que ‘há chance de um acordo’ em relação a isso — mas o auxílio estatal”.

As conversas sobre o acordo devem ser retomadas em Londres na semana que vem. A UE diz que o Reino Unido não pode manter todos os benefícios econômicos e comerciais que tinha como país membro, enquanto Londres diz que Bruxelas não está mostrando flexibilidade o suficiente.

O Reino Unido quer que a porcentagem de cotas de peixes reservados para navios britânicos em águas britânicas aumente de cerca de 25% agora para mais de 50%, disse o The Times.

for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up