for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up

Proposta de gastos com pandemia exclui auxílio a aéreas dos EUA, dizem fontes

23/05/2020 REUTERS/Patrick T. Fallon

WASHINGTON/CHICAGO (Reuters) - Uma proposta republicana sobre gastos relacionados ao coronavírus no Senado dos Estados Unidos, que será apresentada nesta terça-feira, não incluirá nenhuma novo auxílio governamental para companhias aéreas ou aeroportos do país, disseram dois assessores do Congresso à Reuters.

A medida, uma versão reduzida de um projeto de lei de 1 trilhão de dólares apresentado em julho pelos republicanos, surge em meio à uma forte pressão de companhias aéreas e sindicatos para obter uma extensão de seis meses em um programa de 25 bilhões de dólares em auxílio à folha de pagamento previsto para expirar em 30 de setembro.

A proposta também exclui 10 bilhões de dólares em assistência para aeroportos, que fazia parte do projeto de lei anterior, disseram as fontes.

As companhias aéreas estão se preparando para dispensar dezenas de milhares de trabalhadores em 1º de outubro sem uma extensão do auxílio, o que levou a uma série de ações sindicais para pressionar os parlamentares.

Os membros de dois grandes sindicatos que representam comissários de bordo estão planejando um protesto em frente ao Capitólio na quarta-feira para pedir auxílio adicional para o setor aéreo, que foi duramente atingido pela pandemia do coronavírus.

for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up