for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up

Safra de soja da Argentina 2020/21 é estimada em 50 mi t, diz bolsa de Rosário

Colheita de soja em Chacabuco, Argentina 24/04/2013 REUTERS/Enrique Marcarian

BUENOS AIRES (Reuters) - A produção de soja da Argentina na temporada 2020/21 está estimada em cerca de 50 milhões de toneladas, disse a bolsa de grãos de Rosário na noite de quarta-feira, na primeira indicação do tamanho potencial da principal safra comercial do país produtor de grãos.

A Argentina, maior exportador mundial de soja processada, provavelmente aumentará sua área de plantio de soja em cerca de 0,6% em relação ao ano anterior, para cerca de 17,3 milhões de hectares, disse a bolsa. A safra de soja da Argentina na temporada 2019/20 foi de 50,7 milhões de toneladas.

A bolsa estimou a produção de trigo em 18 milhões de toneladas, no limite inferior de sua projeção anterior de 18 milhões a 19 milhões de toneladas.

“A última quinzena de agosto passou quase sem chuva e com geadas sucessivas, até mesmo gelo negro em muitos casos, o que agravou as condições do trigo e diminuiu as expectativas para a produção nacional”, disse a Bolsa de Rosário.

A estimativa para a safra de milho 2020/21 é de uma colheita de 48 milhões de toneladas, segundo a Bolsa.

“As variações dos preços externos estão encorajando a produção de milho mesmo em um ano em que o clima se tornou o principal adversário da safra”, disse a Bolsa.

Por Eliana Raszewski

for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up