for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up

Wall Street salta com segundo dia de ganhos no setor de tecnologia

Operador observa tela com o índice S&P500 na bolsa de Nova York. REUTERS/Brendan McDermid

(Reuters) - Os mercados acionários dos Estados Unidos retomavam sua alta nesta quinta-feira, uma vez que a demanda por ações relacionadas a tecnologia mais baratas e esperanças de mais auxílio do governo em resposta ao coronavírus ofuscavam dados econômicos que apontavam para uma recuperação econômica instável.

A Apple, a maior empresa dos Estados Unidos em capitalização de mercado, subia 1,8%, enquanto a Tesla avançava 6,1%. Outros pesos-pesados, como Amazon.com, Microsoft e Facebook, estavam entre os principais ganhadores dos índices S&P 500 e Nasdaq.

Os principais índices de Wall Street se recuperaram na quarta-feira de seu maior tombo de três dias desde março, com os investidores voltando às ações com foco em tecnologia, consideradas como resistentes à atual crise econômica.

Participantes do mercado também citaram essa liquidação recente como um pico de turbulência, e não o início de uma queda mais longa.

O índice de volatilidade de Wall Street caía ainda mais em relação a uma máxima em quase três meses atingida no início de setembro, mês que está sendo historicamente tumultuado.

Os investidores também permaneciam cautelosos, uma vez que dados mostram um quadro misto da saúde econômica dos EUA.

Os pedidos iniciais de auxílio-desemprego no país totalizaram 884 mil em dados ajustados sazonalmente na semana encerrada em 5 de setembro, igualando os pedidos recebidos na semana anterior com a persistência de demissões e afastamentos em vários setores.

Às 12:08 (horário de Brasília), o índice Dow Jones caía 0,11%, a 27.910 pontos, enquanto o S&P 500 ganhava 0,266846%, a 3.408 pontos. O índice de tecnologia Nasdaq avançava 0,69%, a 11.218 pontos.

for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up