for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up

Autoridades do BCE ressaltam risco da força do euro

Economista-chefe do BCE, Philip Lane. REUTERS/Gary He/File Photo

FRANKFURT (Reuters) - As autoridades do Banco Central Europeu alertaram nesta sexta-feira contra a complacência com a inflação baixa e destacaram os riscos de um euro forte, ressaltando as nuances da mensagem benigna emitida pela instituição no dia anterior, que alguns argumentaram que negava realidades difíceis.

Falando um dia após o BCE ter assumido uma postura inesperadamente relaxada sobre o crescimento e a inflação em sua reunião de política monetária, o economista-chefe do BCE, Philip Lane, e o chefe do banco central francês, François Villeroy de Galhau, destacaram os riscos de uma moeda forte, observando que isso é claramente importante para a política monetária porque reduz as pressões sobre os preços.

Isabel Schnabel, membro da diretoria do BCE, também enfatizou que o BCE “tomará cuidado para não sufocar a recuperação incipiente” endurecendo sua política flexível de compras de títulos e taxas negativas sobre depósitos bancários cedo demais.

A presidente do BCE, Christine Lagarde, disse na quinta-feira que o banco apenas monitoraria “cuidadosamente” a taxa de câmbio, a forma mais fraca de intervenção verbal, que na verdade apenas elevou o euro, já que os investidores começaram a duvidar da determinação do BCE em aumentar o estímulo.

Por Balazs Koranyi, Leigh Thomas e Francesco Canepa

for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up