for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up

Ministros da zona do euro iniciam negociações sobre sucessor de Mersch no BCE

Yves Mersch, Member of the Executive Board of the European Central Bank delivers a speech during Lamfalussy Lectures Conference in Budapest, Hungary, February 4, 2019. REUTERS/Bernadett Szabo

BRUXELAS (Reuters) - Os ministros das Finanças da zona do euro iniciaram nesta sexta-feira o processo de escolha do sucessor do diretor executivo do Banco Central Europeu, Yves Mersch, cujo mandato termina em dezembro.

Em uma carta, o BCE pediu aos ministros das Finanças da zona do euro, reunidos para negociações informais em Berlim, que iniciem o processo.

O presidente dos ministros vai convidar cada país da zona euro a apresentar um candidato, se quiserem, no próximo mês.

O ministro das Finanças holandês, Wopke Hoekstra, disse que a Holanda indicará Frank Elderson, que é diretor executivo de supervisão do banco central holandês desde 2011.

Mersch também trabalha atualmente como vice-presidente do braço de supervisão do BCE e, uma vez que não há nenhum outro especialista em supervisão no conselho do BCE, seu sucessor provavelmente assumirá também a função de supervisão.

A diretoria executiva do banco, composta por seis pessoas, gerencia suas operações cotidianas e os membros são nomeados para mandatos de 8 anos que não podem ser renovados.

Na próxima reunião de ministros da zona do euro, um dos candidatos será escolhido por maioria simples de votos, sendo que cada país da zona do euro terá um voto.

O candidato será então sabatinado no Parlamento Europeu, que não pode bloquear quaisquer candidaturas, e será formalmente nomeado pelos líderes da União Europeia em sua cúpula, em dezembro.

Reportagem por Jan Strupczewski, reportagem adicional por Bart Meijer em Amsterdã e Balazs Koranyi e Frankfurt

for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up