for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up

Recuperação econômica alemã deve continuar no 2° semestre, 3º tri mostrará crescimento forte, diz ministério

Consumidores em Hanover. REUTERS/Fabian Bimmer/Files (GERMANY - Tags: BUSINESS) - RTR34FO1

BERLIM (Reuters) - A maior economia da Europa deve continuar se recuperando da crise do coronavírus no restante de 2020 e provavelmente crescerá com força no terceiro trimestre, mas não deverá atingir seu nível pré-crise até 2022, disse o Ministério da Economia alemão.

O ápice da recessão foi alcançado no segundo trimestre e a flexibilização das medidas de bloqueio desde maio levou a uma rápida recuperação na indústria e em alguns setores de serviços, disse o ministério em um relatório mensal nesta segunda-feira, acrescentando que, no entanto, a recuperação perdeu algum fôlego recentemente.

“A economia alemã continua se recuperando, embora em um ritmo mais moderado”, disse o ministério.

Economistas esperam que a maior economia da Europa mostre um retorno ao crescimento no terceiro trimestre, após uma contração recorde de 9,7% no segundo trimestre devido ao colapso dos gastos do consumidor, do investimento empresarial e das exportações.

O ministério disse que um crescimento econômico significativo é provável no terceiro trimestre graças ao impulso de maio e junho, quando surgiram sinais de recuperação.

Neste mês, o governo alemão revisou para cima sua projeção econômica para este ano, a uma queda de 5,8%, ante perda anteriormente projetada de 6,3%.

for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up