for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up

Está claro que União não tem condições de bancar compensações em reforma tributária, diz Canado

Prédio do Ministério da Economia em Brasília 03/01/2019 REUTERS/Adriano Machado

BRASÍLIA (Reuters) - A assessora especial do Ministério da Economia, Vanessa Canado, afirmou nesta terça-feira que a União não tem condições de financiar um fundo para cobrir eventuais perdas de Estados e municípios com a reforma tributária, como é defendido por alguns governadores e prefeitos, e fez um apelo por cooperação na discussão sobre os impostos.

“Acho que não é novidade, não é uma retórica, não é uma variável colocada na negociação simplesmente por uma postura política, eu acho que está muito claro que a União não tem nenhuma condição financeira de bancar um fundo de compensação de perda”, afirmou Canado em evento virtual promovido pela Federação Brasileira de Bancos (Febraban), acrescentando que a União já aporta recursos em seis fundos de desenvolvimento regional.

“Acho que a gente precisa colocar todas essas variáveis muito racionalmente na mesa para tentar entender como é que cooperativamente todos conseguimos abrir mão das nossas demandas para viabilizar o imposto único sobre consumo”, disse Canado.

Na segunda-feira, o ministro da Economia, Paulo Guedes, afirmou que um novo fundo de compensação poderia “quebrar a União” e levar o país a uma “rota de implosão fiscal”.

for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up