for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up

Alguns no BC do Japão pediram revisão de estratégia para alcançar meta de inflação

Sede do BC do Japão em Tóquio REUTERS/Yuya Shino

TÓQUIO (Reuters) - Alguns membros da diretoria do banco central do Japão pediram uma revisão da estratégia de política monetária uma vez que o choque econômico provocado pela pandemia do coronavírus afasta ainda mais a inflação da meta, mostrou um sumário de opiniões da reunião de setembro.

Essas visões destacam a posição cada vez mais complicada em que o Banco do Japão se encontra, já que a inflação não conseguiu ganhar força nem antes de o coronavírus afetar a economia japonesa.

Alguns dos membros da diretoria disseram que o banco central pode precisar encontrar uma nova abordagem para elevar a inflação na direção de sua meta de 2%, dado o impacto da pandemia sobre empresas e famílias.

“Uma vez que os acontecimentos econômicos mudam rapidamente, está ficando difícil prever que a inflação chegará à nossa meta. Portanto é necessário realizar de novo um exame abrangente de nossa estratégia para alcançar a meta de preços”, disse um membro.

“Podemos ter que debater a trajetória apropriada de política monetária da perspectiva de como equilibrar a necessidade de conter a pandemia e manter a economia viva”, apontou outra opinião no sumário.

Alguns outros disseram que o Banco do Japão precisa agir “prontamente” e em cooperação com o governo se os problemas da pandemia se aprofundarem.

O banco central manteve a política monetária em setembro e ofereceu uma visão um pouco melhor da economia do que em julho, sugerindo que nenhum aumento imediato do estímulo era necessário.

for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up