for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up

Em meio à pandemia de Covid-19, UE alerta sobre surtos de gripe aviária

Criaçãao de aves em Wortel, Bélgica 08/08/2017 REUTERS/Francois Lenoir

BRUXELAS (Reuters) - Países da União Europeia devem intensificar a vigilância contra possíveis surtos de gripe aviária entre aves selvagens e domésticas, disse a UE nesta quarta-feira.

A doença é altamente contagiosa para pássaros, mas os riscos de transmissão para humanos são considerados baixos, afirmaram as agências de saúde e alimentos da UE em um relatório publicado enquanto o continente enfrenta um novo pico de infecções pelo novo coronavírus.

“Os países da UE estão sendo instados a intensificar as medidas de vigilância e biossegurança para se proteger contra possíveis novos surtos de gripe aviária este ano”, disse o relatório.

O alerta segue-se a surtos nos últimos meses entre aves selvagens e domésticas no oeste da Rússia e no Cazaquistão, que estão na rota de migração de outono para aves aquáticas selvagens rumo à Europa.

A transmissão para humanos é rara, mas já ocorreu no passado e pode levar à morte.

“O risco de transmissão do vírus da gripe aviária ao público em geral na Europa permanece muito baixo”, acrescentou o relatório.

“No entanto, para minimizar o risco de transmissão aos humanos, as pessoas são aconselhadas a não tocar em aves mortas sem usar equipamento de proteção individual adequado.”

Por Francesco Guarascio

for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up