for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up

Ações da China fecham em queda; setor industrial pressiona após inflação fraca em setembro

Telão na Bolsa de Valores de Tóquio mostra flutuações dos mercados acionários 02/10/2020 REUTERS/Kim Kyung-Hoon

XANGAI (Reuters) - As ações da China terminaram em queda nesta quinta-feira, apagando ganhos anteriores depois que dados mostrando os preços nas portas das fábricas em queda e uma inflação ao consumidor fraca em setembro ressaltaram os desafios persistentes que a economia enfrenta à medida que se recupera da pandemia de Covid-19.

O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e Shenzhen, recuou 0,17%, enquanto o índice de Xangai teve queda de 0,26%.

As empresas industriais pesaram no índice mais amplo, cedendo 0,92% depois que os preços de fábrica caíram a um ritmo mais rápido do que o esperado em setembro e a inflação ao consumidor desacelerou para seu ponto mais fraco em 19 meses, ressaltando os desafios contínuos enfrentados pela economia chinesa.

for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up