for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up

Minério de ferro recua ao menor nível em 3 semanas com estoques nos portos da China

Terminal de minério de ferro no porto de Dalian, China 21/09/2018 REUTERS/Muyu Xu

MANILA (Reuters) - Os futuros de minério de ferro caíram para o menor patamar em três semanas nesta segunda-feira, com o aumento dos estoques nos portos da China e uma perspectiva sombria para a demanda doméstica de aço durante o inverno (do Hemisfério Norte) pesando sobre os preços.

O contrato mais ativo, de janeiro de 2021, na Bolsa de Mercadorias de Dalian da China caiu 1,9%, a 769,50 yuans (114,86 dólares) por tonelada, o menor valor desde 29 de setembro, antes de fechar em baixa de 0,4% para 781 yuans.

O contrato do minério de ferro para novembro na Bolsa de Valores de Cingapura apagou perdas iniciais e subiu 0,2%, para 115,14 dólares por tonelada.

Os estoques portuários de minério de ferro importado aumentaram para 124,50 milhões de toneladas na China em sete meses na semana passada, de acordo com a consultoria SteelHome.

Em um cenário de aumento dos estoques da matéria-prima siderúrgica na China, a demanda doméstica por produtos de aço deve enfraquecer durante o inverno, quando a atividade de construção diminui.

“Os estoques (de aço) ainda estão altos com relação ao ano anterior, e conforme o clima fica mais frio, a velocidade de desestocagem em novembro e além é preocupante”, disseram analistas da Sinosteel Futures Co Ltd em nota.

Além disso, o crescimento econômico chinês no terceiro trimestre não cumpriu as previsões, apontando para desafios persistentes para a segunda maior economia do mundo e o maior consumidor de metais.

O minério de ferro spot para entrega à China fechou na menor baixa em três semanas de 119,50 dólares a tonelada na sexta-feira, mostraram dados da SteelHome.

for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up