for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up

Ibovespa fecha acima dos 100 mil pontos puxado por bancos e com respaldo de NY

Operador indica telas com cotações durante sessão da bolsa de valores de São Paulo 24/06/2016 REUTERS/Paulo Whitaker

SÃO PAULO (Reuters) - O Ibovespa voltou a fechar acima dos 100 mil pontos nesta terça-feira, o que não acontecia desde setembro, com Wall Street endossando a alta em meio a esperanças de um acordo no Congresso norte-americano para mais estímulos fiscais.

A cena corporativa doméstica também ocupou os holofotes, com bancos respondendo pela maior contribuição positiva, apoiados em apostas para os resultados trimestrais. Ainda, CSN chamou a atenção com IPO de unidade de mineração no radar.

Índice de referência do mercado acionário brasileiro, o Ibovespa subiu 2,09%, a 700.721,83 pontos, na máxima da sessão, de acordo com dados preliminares. O volume financeiro somava 23,3 bilhões de reais.

Por Paula Arend Laier

for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up