for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up

Dona da Tok&Stok pede registro para IPO

Vista de loja de móveis infantis. 29/5/2019. REUTERS/Mike Segar

SÃO PAULO (Reuters) - A empresa de móveis e acessórios de decoração para casa Estok, conhecida pela sua marca Tok&Stok, pediu nesta terça-feira registro para uma oferta inicial de ações (IPO, na sigla em inglês).

A operação servirá para a companhia captar recursos, que pretende usar para investir em expansão, transformação digital, desenvolvimento de nova marca, além de aquisições e para melhorar estrutura de capital.

A transação, que será coordenada por Itaú BBA, Credit Suisse, Bank of America, Bradesco BBI, Santander e UBS-BB, também servirá para atuais acionistas da empresa, incluindo fundos geridos pelo Carlyle venderem fatias no negócio.

Criada há cerca de 40 anos e com foco nos públicos das classes A e B, a Tok&Stok tem atualmente 59 lojas. No até setembro, a companhia teve receita líquida de 668 milhões de reais, queda de 23,4% ante mesma etapa de 2019, refletindo entre outros fatores os efeitos da pandemia da Covid-19. A margem Ebitda caiu de 15,7% para 5,9%.

Por Aluísio Alves

for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up