for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up

Ações europeias se recuperam com bancos na liderança

REUTERS/Ralph Orlowski/File Photo

(Reuters) - As bolsas europeias subiram nesta sexta-feira, impulsionadas por notícias de balanços positivos do Barclays e um salto na Airbus, mas preocupações persistentes sobre o impacto econômico dos casos de Covid-19 crescentes fizeram os mercados registrarem sua maior queda semanal em um mês.

O índice FTSEurofirst 300 .FTEU3 subiu 0,67%, a 1.403 pontos, enquanto o índice pan-europeu STOXX 600 .STOXX ganhou 0,62%, a 363 pontos, quebrando uma série de altas de quatro dias.

O índice britânico FTSE 100 .FTSE liderou os ganhos depois de um salto de 7% no Barclays devido a fortes resultados.

Isso elevou os bancos regionais .SX7P, colocando-os no caminho de registrar seu melhor desempenho mensal em mais de um ano. Outros setores considerados economicamente mais sensíveis, como montadoras .SXAP e empresas de petróleo e gás .SXEP, também foram favorecidos.

“Os resultados melhores do que os esperados do Barclays despertaram um interesse renovado em ações de bancos, a maioria das quais está sendo negociada em níveis deprimidos, de modo que os investidores estarão particularmente interessados”, disse Russ Mold, diretor de investimentos da AJ Bell.

Enquanto isso, dados divulgados nesta sexta-feira mostraram que a atividade econômica da zona do euro caiu este mês, enquanto o setor manufatureiro alemão se expandiu a uma taxa mais rápida em outubro. Mas a atividade de serviços alemã encolheu, sugerindo que a maior economia da Europa está operando em duas velocidades.

for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up