for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up

Dólar fecha estável contra real após alívio sobre fiscal; temores sobre Covid e EUA seguem no radar

Notas do dólar e do real são dispostas em corretora de câmbio no Rio de Janeiro. 10/09/2015. REUTERS/Ricardo Moraes.

SÃO PAULO (Reuters) - O dólar apresentou estabilidade contra o real nesta quinta-feira, pregão volátil que foi marcado tanto por algum alívio em relação à situação fiscal brasileira quanto pelas persistentes preocupações com as últimas sinalizações do Banco Central, enquanto a disseminação global da Covid-19 e as eleições norte-americanas permaneciam sob os holofotes.

O dólar fechou em 5,7635 reais, depois te ter subido a 5,7920 reais na máxima do dia, alta de quase 0,5%. Na mínima, a moeda norte-americana foi a 5,7445 reais.

Enquanto isso, na B3, o dólar futuro de maior liquidez operava em alta de 0,26%, a 5,7630 reais.

Por Luana Maria Benedito

for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up