for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up

Faremos todos os esforços de política econômica para diminuir dívida, diz Waldery

Secretário especial de Fazenda, Waldery Rodrigues 08/08/2019 REUTERS/Amanda Perobelli

BRASÍLIA (Reuters) - O secretário especial de Fazenda, Waldery Rodrigues, afirmou nesta sexta-feira que o governo fará todos os esforços de política econômica para diminuir a dívida bruta do país “na máxima velocidade possível”.

Nesse sentido, ele pontuou que a antecipação de recursos do BNDES ao Tesouro é possível e desejável, além de outros movimentos em relação a dividendos, desinvestimentos, outros bancos públicos federais, ajuste patrimonial e privatizações.

Em coletiva de imprensa, Waldery reafirmou que as medidas para enfrentamento à pandemia ficarão circunscritas a 2020, sem previsão de extensão do auxílio emergencial para além de dezembro.

Sobre eventual benefício para trabalhadores demitidos durante a pandemia, ele afirmou que o tema está sendo discutido no Codefat, e frisou que as propostas nessa direção têm que se limitar a este ano e precisam também apresentar efetividade.

Por Marcela Ayres

for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up