for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up

BCE vai cortar projeção de crescimento da zona do euro em dezembro, diz de Guindos

Vice-presidente do BCE, Luis de Guindos. REUTERS/Johanna Geron/File Photo

FRANKFURT (Reuters) - As novas projeções econômicas do Banco Central Europeu a serem publicadas em dezembro não devem se desviar de forma significativa das estimativas da Comissão Europeia divulgadas nesta quinta-feira, disse o vice-presidente do BCE, Luis de Guindos.

A Comissão cortou suas projeções por causa de um ressurgimento da pandemia e prevê agora crescimento em 2021 de 4,2%, abaixo da meta de 5% do BCE em setembro. Também projeta inflação de 1,1%, acima da última estimativa do BCE de 1%.

“Em dezembro, teremos a atualização de nossas projeções e suponho que elas não ficarão muito longe das estimativas que vimos hoje da Comissão Europeia”, disse de Guindos em conferência online.

Reportagem de Balazs Koranyi

for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up