for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up

Preços ao consumidor dos EUA ficam inalterados em outubro

Papel higiênico à venda em loja da Filadélfia, EUA. REUTERS/Mark Makela

WASHINGTON (Reuters) - Os preços ao consumidor dos Estados Unidos ficaram inesperadamente inalterados em outubro, já que alta moderada no custo dos alimentos foi compensada pela gasolina mais barata em meio à retração da economia, o que poderia permitir ao Federal Reserve manter sua política monetária flexível por um longo período de forma a ajudar na recuperação diante da recessão da Covid-19.

O Departamento do Trabalho dos EUA disse nesta quinta-feira que a estabilidade em seu índice de preços ao consumidor no mês passado se seguiu a um avanço de 0,2% em setembro. No acumulado de 12 meses até outubro, o índice subiu 1,2%, após alta de 1,4% em setembro.

Economistas consultados pela Reuters esperavam que o índice subisse 0,1% em outubro e avançasse 1,3% no comparativo anual.

Por Lucia Mutikani

for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up