for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up

Lagarde, do BCE, vê "outro lado" da crise do coronavírus

A presidente do Banco Central Europeu (BCE), Christine Lagarde, em entrevista coletiva sobre o resultado da reunião do Conselho do BCE, em Frankfurt, Alemanha, 12 de março de 2020. REUTERS/Kai Pfaffenbach

FRANKFURT (Reuters) - O anúncio de uma vacina contra o novo coronavírus significa que o fim da pandemia está finalmente a caminho, mas é muito cedo para declarar vitória, disse a presidente do Banco Central Europeu (BCE), Christine Lagarde, nesta quinta-feira.

“O fato de uma vacina ter sido anunciada e parecer ser 90% eficiente e provável de ser aprovada no início de 2021 também reduz parte dessa incerteza”, disse Lagarde em um painel de discussão com o chair do Federal Reserve, Jerome Powell, e o presidente do Banco da Inglaterra, Andrew Bailey.

“De um enorme rio de incertezas, vemos o outro lado agora”, acrescentou ela.

Lagarde alertou que ainda não “quer ficar muito entusiasmada”, pois a vacina, cujos resultados provisórios foram anunciados pela farmacêutica norte-americana Pfizer na segunda-feira, ainda enfrenta uma série de desafios logísticos.

Com a zona do euro provavelmente voltando à recessão neste trimestre, o BCE já disse que fornecerá mais estímulos em dezembro, provavelmente por meio de seu programa emergencial de compra de títulos e via empréstimos mais favoráveis ao setor bancário.

Por Francesco Canepa

for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up