for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up

Controladora da JSL e Movida, Simpar tem lucro de R$96 mi no 3º tri

REUTERS/Rodrigo Garrido

SÃO PAULO (Reuters) - A holding Simpar registrou lucro líquido consolidado de 96 milhões de reais de julho a setembro, alta de 45,2% ano a ano, em trimestre marcado pela reorganização societária do grupo, com IPO da unidade de logística JSL.

O resultado operacional medido pelo Ebitda cresceu 14,8% na comparação anual, para 587,5 milhões de reais, com a margem chegando a 32,4%, de 28,9% um ano antes.

“Apesar do impacto residual da crise em nossas operações no 3T20, acreditamos que o pior cenário ficou para trás, visto que desde abril a dinâmica dos resultados têm evoluído positivamente “, disse o grupo no material de divulgação do balanço.

Além da JSL, a Simpar também controla a empresa de locação de veículos Movida e a companhia de locação e venda de caminhões, máquinas e equipamentos Vamos, entre outras.

A receita líquida consolidada totalizou 2,6 bilhões de reais de julho a setembro, alta de 6,1% ano a ano. A receita líquida de serviços somou 1,8 bilhão de reais, avanço de 2%.

A holding também registrou redução na alavancagem medida pela dívida líquida/Ebitda para 3,3 vezes no trimestre, menor índice nos últimos 10 anos, ante 3,9 vezes no segundo trimestre e 3,6 vezes um ano antes.

A liquidez da Simpar totalizou 5,2 bilhões de reais no período, com destaque para a entrada de recursos do IPO da JSL, com captação líquida de 694 milhões de reais.

O investimento (capex) bruto no trimestre totalizou 1,4 bilhão de reais, sobretudo direcionado para compra de veículos leves, caminhões e cavalos.

for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up