for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up

Georgieva exalta estrutura do G20 para dívida, mas diz que "esta crise não acabou"

A diretora-gerente do FMI, Kristalina Georgieva, fala durante conferência organizada pelo Vaticano sobre solidariedade econômica, 5 de fevereiro de 2020. REUTERS/Remo Casilli

WASHINGTON/NOVA YORK (Reuters) - A estrutura para dívida comum adotada pelo G20 é um “passo muito importante” para a melhora da arquitetura de dívida internacional, mas outros países além dos mais pobres enfrentam dívidas insustentáveis e a crise “nao acabou”, disse nesta sexta-feira a diretora-gerente do FMI, Kristalina Georgieva.

Georgieva, em declarações a autoridades do G20, afirmou que a estrutura comum aumentará a probabilidade de participação do setor privado.

Reportagem de Andrea Shalal e Rodrigo Campos

for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up