for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up

Dow Jones e S&P 500 caem com preocupações sobre redução de estímulos e aumento de Covid-19

28 de dezembro de 2016. REUTERS/Andrew Kelly

(Reuters) - Os índices S&P 500 e Dow Jones caíam nesta sexta-feira, à medida que aumentavam temores sobre o enfraquecimento do estímulo e o golpe para a economia decorrente do salto nas infecções por coronavírus.

O secretário do Tesouro dos EUA, Steven Mnuchin, defendeu nesta sexta-feira sua decisão de encerrar em 31 de dezembro vários dos principais programas do Federal Reserve para empréstimos relacionados à pandemia, dizendo que o Congresso deveria usar o dinheiro para ajudar pequenas empresas dos EUA com subsídios.

A decisão de encerrar o programa, que foi considerado essencial pelo banco central, ocorre depois de dados mostrarem aumento nos pedidos de auxílio-desemprego na semana passada conforme novas restrições aos negócios para controlar a espiral de infecções por Covid-19 provavelmente desencadearam uma nova onda de demissões.

Califórnia e Ohio impuseram toques de recolher noturnos na quinta-feira, juntando-se a 20 Estados norte-americanos que adotaram novas medidas neste mês para combater a disseminação do vírus.

“Não acho que passaremos por uma contração total ou uma paralisação completa, mas conforme a vacina começa a ficar disponível há potencial para uma tremenda melhora econômica no próximo ano”, disse Scott Brown, economista-chefe da Raymond James em St Petersburg, Flórida.

O líder democrata do Senado dos EUA, Chuck Schumer, e o líder da maioria republicana, Mitch McConnell, decidiram retomar as negociações de alívio da Covid-19 na quinta-feira.

Às 12:40 (horário de Brasília), o índice Dow Jones caía 0,36%, a 29.377 pontos, enquanto o S&P 500 perdia 0,277509%, a 3.572 pontos. O índice de tecnologia Nasdaq avançava 0,16%, a 11.924 pontos.

for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up