for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up

G20 está determinado a usar todas as ferramentas para conter a pandemia, salvar empregos e renda

"Foto Família" para o encontro anual de líderes do G20 é projetada no Salwa Palace em At-Turaif, um dos patrimônios mundiais da Unesco, em Diriyah, Arábia Saudita, em 20 de novembro de 2020.

BRUXELAS/WASHINGTON (Reuters) - As nações do G20 prometeram continuar fazendo todo o possível para conter a pandemia de Covid-19, alertando, em trechos de um esboço de comunicado, que a recuperação econômica global permanece “desigual, altamente incerta e sujeita a elevados níveis de riscos negativos”.

Uma declaração final será divulgada por líderes dos Estados Unidos, China e outras nações do Grupo dos 20 após se reunirem por videoconferência no sábado.

No esboço, os líderes observaram que a crise do coronavírus atingiu os mais vulneráveis da sociedade com mais força e disseram que alguns países podem precisar de alívio da dívida além de um congelamento temporário dos pagamentos oficiais da dívida, que termina em junho de 2021.

Por Jan Strupczewski e Andrea Shalal

for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up