30 de Setembro de 2014 / às 20:24 / 3 anos atrás

Anglo American obtém última licença para operação do Minas-Rio

RIO DE JANEIRO (Reuters) - A mineradora Anglo American obteve a licença de operação da mina e da unidade de beneficiamento do projeto de minério de ferro Minas-Rio, a última autorização necessária para o início das atividades, o que deve acontecer ainda neste ano, informou a empresa nesta terça-feira.

A licença foi expedida pelo Conselho de Política Ambiental (Copam) - Unidade Regional Colegiada Jequitinhonha, em Diamantina, Minas Gerais.

"Continuamos confiantes com o cronograma previsto para a realização do primeiro embarque de minério de ferro no final de 2014", disse o diretor de RH, Assuntos Corporativos, Segurança e Desenvolvimento Sustentável da Unidade de Negócio Minério de Ferro Brasil da Anglo American, Pedro Borrego, ao comentar a obtenção da licença.

Com capacidade de produção anual de 26,5 milhões de toneladas de minério de ferro, o empreendimento levará a commodity por meio de um mineroduto de mina e unidade de beneficiamento da Anglo em Conceição do Mato Dentro e Alvorada de Minas, em Minas Gerais, até o Porto do Açu, no Estado do Rio de Janeiro.

O terminal portuário --gerenciado pela joint venture Ferroport, com participação de 50 por cento da Anglo e 50 por cento da Prumo Logística (ex-LLX)-- teve licença operacional expedida em maio.

Já mineroduto que fará o transporte do minério, com 529 quilômetros, teve sua licença operacional expedida pelo Ibama na semana passada.

Como parte dos testes, a Anglo concluiu em 24 de agosto o transporte da primeira carga de minério de ferro por meio do mineroduto.

A capacidade total do mineroduto deverá ser atingida entre 18 e 20 meses após o início da operação, sendo que para 2015 a empresa prevê entre 11 milhões e 15 milhões de toneladas.

A empresa conseguiu também uma licença temporária para a linha de transmissão de energia de 230 kV, que deverá ser convertida em definitiva. A linha, segundo informou a mineradora, já está energizada e operando.

O projeto, cujos investimentos totais devem somar 20 bilhões de reais, está atualmente em fase de comissionamento.

Na semana passada, a empresa informou que já havia realizado 95 por cento das atividades necessárias para o primeiro embarque de minério de ferro do projeto.

Por Marta Nogueira

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below