24 de Novembro de 2014 / às 22:19 / em 3 anos

S&P 500 e Dow Jones fecham em patamares recordes com apostas em estímulos na China

NOVA YORK (Reuters) - Os principais índices acionários dos Estados Unidos encerraram em alta nesta segunda-feira, impulsionados por esperanças de que a China irá adotar novos estímulos monetários caso necessário, enquanto acordos de fusões mantiveram os investidores focados num dia de volume abaixo da média.

O índice Dow Jones subiu 0,04 por cento, a 17.817 pontos, enquanto o S&P 500 teve ganho de 0,29 por cento, a 2.069 pontos. O índice de tecnologia Nasdaq subiu 0,89 por cento, a 4.754 pontos.

O Dow e o S&P renovaram os patamares recordes de alta, mas não alcançaram os níveis recordes no intradia estabelecidos no pregão de sexta-feira.

O otimismo no mercado foi causado pela expectativa de que os bancos centrais continuem a incentivar as economias. Após o corte de juros surpresa na semana passada, o banco central da China disse que está pronto para cortar novamente os juros e diminuir as restrições ao crédito.

"A tendência não é cortar os juros uma vez, isso não acontece em um vácuo. Este poderia ser o primeiro de uma série, a questão é quanto eles terão de fazer antes que funcione", disse o diretor de negociações da Performance Trust Capital Partners, Brian Battle.

Ele disse que o mercado pode continuar em tendência positiva.

Entre as notícias empresariais, a RenaissanceRe Holdings acertou a compra da Platinum Underwriters Holdings por 1,9 bilhão de dólares. As ações da Platinum fecharam em alta de 21,1 por cento, a 74,19 dólares.

Ações do setor de energia pesaram, com quedas da Exxon e da Chevron mantendo o Dow Jones perto da estabilidade enquanto o índice do setor de energia do S&P 500 caiu 1 por cento. O petróleo nos Estados Unidos e o Brent caíram em antecipação da reunião da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep), que acontece esta semana.

Também pesando no Dow Jones, as ações da United Technologies caíram 1,4 por cento, para 108,74 dólares. O presidente-executivo, Louis Chenevert, se aposentou e está sendo substituído pelo diretor financeiro, em uma mudança abrupta que pegou Wall Street de surpresa.

O volume foi baixo na sessão, com cerca de 5,6 bilhões de ações sendo negociadas, abaixo da média de 6,4 bilhões deste mês, de acordo com dados da BATS Global Markets.

O mercado acionário dos EUA estará fechado na quinta-feira devido ao feriado de Thanksgiving e, na sexta-feira, terá um pregão reduzido.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below