1 de Julho de 2015 / às 14:56 / 2 anos atrás

Premiê grego defende que gregos votem "não" em referendo

ATENAS (Reuters) - O , pediu que os gregos votem pelo “não” no referendo de domingo sobre o pacote de resgate oferecido pelos credores, em um discurso desafiador que afastou primeiro-ministro grego, Alexis Tsiprasespeculações de que ele estaria voltando atrás em relação ao plano sob pressão cada vez maior.

Primeiro-ministro grego, Alexis Tsipras, durante sessão parlamentar, em Atenas. 27/06/2015 REUTERS/Alkis Konstantinidis

Em discurso transmitido pela TV ao país, Tsipras disse aos gregos que o “não” no referendo não equivale à rejeição da Europa ou do euro, e que em vez disso aumenta a pressão sobre os credores para que deem ao país um acordo economicamente viável e que leve a Grécia de volta aos mercados internacionais.

Por George Georgiopoulos

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below