30 de Julho de 2015 / às 17:13 / em 2 anos

Casino reorganiza negócios na América Latina e compartilha controle do Grupo Pão de Açúcar

SÃO PAULO (Reuters) - O Casino vai compartilhar com sua controlada colombiana Éxito o controle direto do Grupo Pão de Açúcar (GPA), como parte de uma reorganização das atividades do grupo varejista francês na América Latina para rebalancear sua estrutura financeira.

A mudança foi vista por analistas como positiva para as ações do GPA no curto prazo, uma vez que o preço oferecido pela Éxito pelas ações do grupo foi considerado uma sinalização de que o Casino acredita que os papéis do grupo varejista brasileiro estão subavaliados.

Em correspondência ao GPA nesta quinta-feira, o Casino informou que seu Conselho de Administração aprovou a venda, em dinheiro, para a Éxito de 50 por cento da empresa francesa Segisor, que detém a maior parte das ações com direito a voto do GPA. A operação também inclui a venda para a Éxito de 100 por cento da subsidiária do Casino na Argentina, a varejista Libertad. O valor total dos negócios é de 1,7 bilhão de euros.

Segundo fato relevante, após a operação ser concluída, o que está previsto para o fim de agosto, Casino e Éxito compartilharão o controle direto do GPA, maior varejista do Brasil, por meio de três acordos de acionistas a serem celebrados pelas partes.

“A operação permitirá a implementação de sinergias e oportunidades de desenvolvimento entre as companhias, de acordo com o Casino, criando valor para Éxito, Libertad, GPA e Casino”, segundo comunicado.

Com a reorganização, a Éxito consolidará integralmente os resultados do GPA e terá uma estrutura de capital “suportada pela sólida geração de fluxo de caixa das subsidiárias latino-americanas”.

Como o Casino continuará sendo acionista controlador da Éxito, com participação de 54,8 por cento, o grupo francês continuará a ter em seu balanço as demonstrações da empresa colombiana e, indiretamente, do GPA.

Éxito e Casino concordaram em realizar mudanças na composição do Conselho de Administração e dos comitês do GPA, que deverá ser composto por 11 membros, sendo que Casino e Éxito terão direito de apontar três nomes cada. Não haverá mudanças na diretoria-executiva do GPA com a operação.

Procurado, o GPA disse que as mudanças promovidas pelo Casino em sua estrutura na América Latina não terão impacto na administração do grupo no Brasil e que o controle da empresa permanece com o Casino, uma vez que a Éxito é controlada pelo grupo francês.

Segundo analistas do banco UBS, a reestruturação promovida pelo Casino é positiva no curto prazo para as ações do GPA dado que a Éxito está oferecendo o equivalente a 100 reais por ação PN do grupo para comprar uma participação de 50 por cento na holding que detém 99,9 por cento das ações ON do GPA. A ação ordinária do grupo brasileiro fechou na véspera a 73,08 reais enquanto os papéis preferenciais a 73,18 reais.

“Com isso, o Casino está enviando uma mensagem clara de que acredita que as ações do GPA estão desvalorizadas, na nossa opinião”, disse o banco em relatório.

Já os analistas do JP Morgan disseram que o prêmio de 40 por cento sobre o fechamento das ações na quarta-feira é positivo para a valorização dos papéis e que a operação trará acesso a capital e sinergias para o GPA, apesar de criar mais um nível de controle sobre a empresa.

Segundo o comunicado do Casino, um comitê será criado, composto pelos principais executivos de cada companhia, para a implementar as sinergias da operação,

Às 14h05, as ações preferenciais do GPA subiam 3,38 por cento, para 75,58 reais. No mesmo horário, o Ibovespa tinha queda de 1,02 por cento.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below