30 de Julho de 2015 / às 22:09 / 2 anos atrás

Partido grego Syriza deve fazer congresso interno para analisar dissidência

Primeiro-ministro da Grécia, Alexis Tsipras, discursa para o comitê central de seu partido, o Syriza, em Atenas. 30/07/2015Yiannis Kourtoglou

ATENAS (Reuters) - O partido governista grego Syriza apoiou nesta quinta-feira um pedido do primeiro-ministro, Alexis Tsipras, pela realização de um congresso de emergência interno, enquanto tenta reafirmar sua autoridade após a revolta de extremistas da legenda sobre sua gestão das negociações de resgate.

O congresso partidário será realizado em setembro, disseram integrantes do partido. A medida foi aprovada pelo comitê central do Syriza, um organismo importante de tomada de decisões no partido de esquerda.

A Grécia evitou por pouco uma saída da zona euro quando alcançou um acordo de última hora com seus credores neste mês, mas isso custou a Tsipras o apoio de um quarto de seus parlamentares, que acusam o partido de trair as suas raízes antiausteridade.

Reportagem de Renee Maltezou

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below