11 de Agosto de 2015 / às 19:33 / em 2 anos

Receita da Arcos Dorados cai 24% no Brasil no 2º trimestre

SÃO PAULO (Reuters) - A Arcos Dorados, maior franquia da rede de fast food McDonald’s no mundo, teve faturamento de 350,8 milhões de dólares no Brasil no segundo trimestre, queda de 23,6 por cento ante mesmo período do ano passado.

Excluindo variações cambiais, a companhia teve alta de 5,3 por cento no lucro do período, com a operação brasileira representando 46,2 por cento do resultado total da companhia.

No segundo trimestre, o lucro do McDonald’s no mundo caiu 13 por cento, para 1,20 bilhão de dólares, afetado pela queda nas vendas mundiais em mesmas lojas.

“Mesmo com um ambiente de consumo fraco no Brasil, as vendas foram melhores, se comparadas à segunda metade de junho do ano passado, quando a Copa do Mundo reduziu o tráfego de clientes nos restaurantes”, disse o presidente-executivo da Arcos Dorados, Woods Staton, em comunicado.

O lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda) ajustado da empresa no país foi de 44,4 milhões de dólares, baixa de 19,5 por cento em relação ao mesmo trimestre do ano anterior, ou aumento de 11,1 por cento, excluindo o câmbio.

De acordo com a empresa, o Brasil encerrou o período com 871 lojas da marca.

AMÉRICA LATINA

Na região latino-americana, a Arcos Dourados teve faturamento de 759 milhões de dólares no trimestre, baixa de 17,3 por cento na comparação anual. Excluindo efeitos cambiais dos 20 países em que atua e excluindo a Venezuela, houve alta de 7,7 por cento.

A empresa citou o contexto de desaceleração do crescimento econômico na região, redução de gastos dos consumidores e forte desvalorização da moeda em países-chave como determinantes para o resultado.

O Ebitda ajustado da companhia na região foi de 41,1 milhões de dólares, queda de 2,2 por cento em relação ao mesmo trimestre do ano passado, ou alta de 95,4 por cento excluindo-se as variações das moedas locais.

Até 30 de junho, a Arcos Dorados tinha 2.120 lojas e 332 unidades de McCafé.

A empresa anunciou nesta terça-feira que Sergio Alonso, atual diretor operacional da companhia, deixará o cargo para assumir como presidente-executivo a partir de 1o de outubro, no lugar de Staton.

No lugar de Alonso entra Marcelo Rabach, ex-presidente da divisão Brasil da Arcos Dourados (2008 a 2011) e atualmente responsável pela divisão responsável pelo norte da América Latina.

Por Luciana Bruno

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below