9 de Outubro de 2015 / às 12:55 / em 2 anos

Conab estima safra de soja 15/16 do Brasil em recorde, acima de 100 mi t

SÃO PAULO (Reuters) - O Brasil deverá ter uma produção recorde de soja acima de 100 milhões de toneladas na temporada 2015/16, estimou sexta-feira a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), com um crescimento da área plantada e expectativa de um clima favorável.

Homem em plantação de soja em Primavera do Leste, Mato Grosso. 07/02/2013 REUTERS/Paulo Whitaker

Em seu primeiro levantamento para a safra cujo plantio está começando, a Conab projetou uma colheita de soja entre 100,1 milhões e 101,9 milhões de toneladas, o que superaria a maior marca da história, de 96,2 milhões de toneladas, registrada em 14/15, segundo a Conab, que apontou também exportações recordes de 53 milhões de toneladas da oleaginosa em 15/16.

“É um fato importante... isso dá uma sustentação muito grande na balança comercial e traz segurança ainda maior dentro do contexto de produção brasileira”, afirmou a jornalistas o presidente em exercício da Conab, Lineu Olímpio de Souza, no anúncio da previsão.

A safra de soja crescerá com um aumento de até 3,6 por cento no plantio, para 33,2 milhões de hectares.

Por outro lado, a safra de milho deverá cair ante a temporada anterior para 82,6 milhões a 83,6 milhões de toneladas, ante 85,5 milhões de toneladas em 14/15.

A área plantada de milho poderá recuar até 2,7 por cento, para 15,4 milhões de hectares, com produtores privilegiando a soja na safra de verão.

Apesar do recuo esperado na produção de milho, o Brasil ainda deverá ter uma safra recorde de grãos e oleaginosa, muito em função do crescimento da soja.

A Conab projetou a safra total do país em 15/16 entre 210,3 milhões e 213,5 milhões de toneladas, ante 209,8 milhões em 14/15.

O país teria uma nova produção de grãos histórica, mas ainda está muito distante dos maiores produtores globais --os Estados Unidos, por exemplo, produzem mais de 300 milhões de toneladas apenas de milho.

O Brasil, no entanto, tem sido o maior exportador de soja do mundo. As exportações da oleaginosa poderiam crescer mais de 2 milhões de toneladas ante a temporada passada, estimada em 50,8 milhões.

Já os embarques de milho do Brasil, o segundo exportador global do cereal, foram projetados pela Conab em novo recorde, de 28 milhões de toneladas em 15/16, ante 27,2 milhões em 14/15.

Por Roberto Samora, em São Paulo, e Marcela Ayres, em Brasília

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below