16 de Outubro de 2015 / às 11:34 / em 2 anos

IGP-10 acelera com força a 1,88% em outubro com pressão no atacado e no varejo

Funcionário de padaria em São Paulo. Grupo Alimentação, cujos preços subiram 0,58 por cento em outubro, pressionou a alta do IGP-10 em outubro.Paulo Whitaker

SÃO PAULO (Reuters) - O Índice Geral de Preços-10 (IGP-10) subiu 1,88 por cento em outubro, depois de avançar 0,61 por cento no mês anterior, com preços mais altos principalmente no atacado mas também no varejo, informou a Fundação Getulio Vargas (FGV) nesta sexta-feira.

O Índice de Preços ao Produtor Amplo-10 (IPA-10), que mede a variação dos preços no atacado e responde por 60 por cento do índice geral, teve alta de 2,62 por cento, contra avanço de 0,82 por cento em setembro.

No IPA, a alta dos preços dos produtos agropecuários acelerou a 3,94 por cento, contra 1,35 por cento em setembro, enquanto os produtos industriais registraram avanço nos preços de 2,12 por cento em outubro, ante 0,61 por cento.

Já o Índice de Preços ao Consumidor-10 (IPC-10), que responde por 30 por cento do índice geral, subiu 0,59 por cento em outubro, após alta de 0,15 por cento no mês anterior.

A maior pressão veio do grupo Alimentação, cujos preços subiram 0,58 por cento em outubro após terem caído 0,33 por cento no mês anterior.

O Índice Nacional de Custo da Construção-10 (INCC-10), por sua vez, desacelerou a alta a 0,23 por cento, contra 0,36 por cento em setembro.

O IGP-10 calcula os preços ao produtor, consumidor e na construção civil entre os dias 11 do mês anterior e 10 do mês de referência.

Por Camila Moreira

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below