16 de Outubro de 2015 / às 14:25 / 2 anos atrás

Horário de verão reduzirá demanda por energia em 2,61 GW no horário de pico, diz ONS

Torres de transmissão de eletricidade perto da represea Billings, em Diadema, São Paulo. 10/02/2015Paulo Whitaker

SÃO PAULO (Reuters) - O horário de verão do Brasil, no qual os relógios nas regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste deve ser adiantados em uma hora, deve reduzir em 2,61 gigawatt a demanda por eletricidade no horário de pico, informou o Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) em nota à imprensa nesta sexta-feira.

Segundo o ONS, 1,97 gigawatt da redução seria apenas no Sudeste/Centro-Oeste. O órgão estima economia de 240 milhões de reais no país devido à menor necessidade de uso de termelétricas para atender o pico de consumo. O horário de verão começa a partir da zero hora de 18 de outubro.

Por Luciano Costa

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below